Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2012

somos livres de escolher os amigos que temos, deixar uns, ficar com outros, apoiar uns, criticar outros, somos livres de o fazer.. certo ou errado, a consciência de cada um é que manda. mas conhecer aqueles que nos completam, aqueles que passam por situações idênticas ás nossas, que nos percebem quando achamos que seria impossível, esses não estão em todo o lado! a falsidade e o cinismo provêm daqueles que não têm escrúpulos nem consciência do que significa ser «má pessoa» , mas que o são ás vezes até dá pena. e depois existem aqueles que não preenchem esses mesmos requisitos, deixando os fulanos que têm dor de cotovelo adaptarem-lhes o pior do pior. 
conheces o meu melhor e o meu pior, e é isso que me dá a confiança de todos os dias ter a certeza que nem tu , nem eu, somos o que nos pintam, aqueles que, nem eu sei porquê, não gostam de nos ver juntas nem do que construímos até hoje, uma verdadeira amizade. wtvr. o «estou-me a cagar» é o que mais se adequa a estas situações. e eu sei, tu sabes, que nos momentos de crise, não é essa gente que nos 'pinta' de más pessoas, que vão estar lá. mas eu estou e sei que também tu vais estar. tu estás bem, eu estou bem. 

Sem comentários:

Enviar um comentário